Kia Rio é flagrado em testes e chega em 2018

Notícias - Kia Rio é flagrado em testes e chega em 2018

Kia Rio é flagrado em testes e chega em 2018

Kia Rio é flagrado por leitor no Rio de Janeiro e será alternativa aos compactos premium nacionais

Eterna promessa para o mercado brasileiro, o compacto Kia Rio vai finalmente desembarcar de forma oficial. O modelo foi flagrado pelo parceiro Igor Pinheiro Binder, que fez os cliques no bairro de Copacabana, zona sul do Rio – veja só. Embora também esteja disponível com carroceria sedã, cuja importação também é dada como certa, é o Rio hatch que tem melhores chances no nosso mercado. A chegada está prevista para o primeiro semestre do ano que vem.

Produzido na Coréia do Sul e no México, o modelo será importado do país norte-americano sem pagar imposto de importação ou sofrer com a sobretaxa do IPI (Imposto sobre produtos industrializados), mudança prevista no novo regime automotivo. Por lá, a principal motorização é o 1.6 16V, que por aqui deve render os 128/122 cv e 16,8/16,3 kgfm de torque disponíveis em outros Kia equipados com este motor. A transmissão pode ser manual de seis marchas ou automática com o mesmo número de velocidades.

O segmento dos compactos premium no Brasil foi reforçado recentemente com a chegada do Fiat Argo e do Volkswagen Polo. Para ser competitivo, o Kia investirá em uma boa dose de recheio. Ar-condicionado digital, tela multimídia de sete polegadas, volante multifuncional, partida sem chave, teto solar e lanternas de leds são itens disponíveis lá fora. No que diz respeito a segurança, há seis airbags – frontais, laterais e de cortina (indisponíveis em ambos rivais) -, controle de estabilidade e de tração e hill holder.

Onda de lançamentos da Kia

Além do Rio, a Kia tem outros lançamentos na manga. Um dos que promete fazer mais sucesso é o jipinho Stonic, concorrente em tamanho dos crossovers compactos nacionais. Entre os sedãs mais caros, tanto o Optima quanto o Cadenza devem retornar em suas novas gerações, os atuais deixaram de ser importados em razão do InovarAuto. Sem falar no mais potente Stinger.

 

Fonte: revistaautoesporte