Kia Sorento: conheça as 3 gerações do SUV vendido aqui desde 2004

Notícias - Kia Sorento: conheça as 3 gerações do SUV vendido aqui desde 2004

Kia Sorento: conheça as 3 gerações do SUV vendido aqui desde 2004


Kia Sorento: conheça as 3 gerações do SUV vendido aqui desde 2004

Atual utilitário-esportivo mais caro da Kia Motors no mercado brasileiro, o Kia Sorento iniciou sua história por aqui no ano de 2004.

O modelo estreou com um atraso de um ano e meio em relação à sua primeira aparição no Salão do Automóvel de São Paulo e foi ainda o primeiro automóvel mais refinado ofertado pela fabricante sul-coreana em nosso País.

Kia Sorento – história no Brasil

Ele chegou mais precisamente em abril de 2004 com preço inicial de R$ 157,9 mil. Ou seja, uma cifra bastante elevada ainda hoje, quanto mais para a época.

Todavia, o modelo competia com o Jeep Cherokee Sport, que custava a partir de R$ 156.690 também em sua versão com motor a gasolina, com o Mitsubishi Pajero Sport HPE, que tinha preços a partir de R$ 142.990, e com o “primo” Hyundai Santa Fé, por R$ 120 mil iniciais.

Logo em seu primeiro ano de vendas, o Kia Sorento conseguiu se posicionar como um dos destaques da marca no mercado nacional.

Ele foi responsável por 17,5 por cento das vendas da empresa em 2005 e contribuiu para um crescimento expressivo de 191,2% em relação ao volume de unidades registrado em 2004.

Atualmente o Kia Sorento está em sua terceira geração. Todavia, sobretudo por conta dos preços elevados, o modelo é praticamente um figurante na gama da marca sul-coreana.

No primeiro semestre deste ano, o SUV não conseguiu se posicionar nem entre os 40 mais vendidos da categoria, sendo superado por modelos como Toyota SW4 e Chevrolet Trailblazer, embora esses últimos sejam mais “rústicos” por usar base de picapes.

Kia Sorento – detalhes

A primeira geração do Kia Sorento estreou em meados de 2004 para competir com modelos como Mitsubishi Pajero, Nissan X-Terra, Land Rover Discovery 3, Toyota Land Cruiser Prado, Hyundai Santa Fe, Jeep Cherokee e Land Rover Freelander.

O modelo contava com um design agradável para a época, com conjunto óptico com seta integrada, grade dianteira em sintonia com as linhas do capô, para-choque dianteiro com faróis de neblina integrados, bagageiro de teto, laterais sem muitos vincos, frisos na cor da carroceria, lanternas traseiras verticais, entre outros.

Já o interior trazia como destaque as amplas janelas, além do acabamento com aço escovado e cromado. Entre os equipamentos, o carro contava com ar-condicionado de duas zonas, computador de bordo com CD e MP3 player, vidro do porta-malas com abertura independente, entre outros.

Além disso, a marca dava ênfase à segurança do carro, com cinco estrelas nos testes de impactos frontal e lateral do NHTSA nos EUA.

O SUV tinha 4,56 metros de comprimento, 1,86 m de largura e 1,72 m de altura, com entre-eixos de 2,71 m. O porta-malas oferecia capacidade para 441 litros.

Segunda geração

A segunda geração, por sua vez, chegou apostando no visual, conforto e custo benefício. O novo Kia Sorento começou a ser vendido em 2010 e tinha como destaque o design assinado por Peter Schreyer (ex-designer da Audi). Além disso, ele trazia preços competitivos a partir de R$ 96,9 mil, mirando em modelos como Captiva, Santa Fe e Journey.

O design do carro seguia a nova identidade visual da Kia, com uma nova grade frontal “nariz de tigre” e faróis mais espichados. Já as laterais passaram a ostentar linha de cintura ascendente e mais elevada e vincos marcantes na lataria. A traseira, por sua vez, adotou lanternas em LED que invadem a tampa do porta-malas.

Na cabine, o carro passou a dispor de um acabamento ainda mais refinado, com soleiras iluminadas. Além disso, o espaço ficou mais amplo, passando a acomodar até sete pessoas, enquanto o porta-malas tinha capacidade para até 1.047 litros de bagagem.

Ele ficou 95 mm maior, 15 mm mais baixo e 19 mm mais perto do chão, enquanto o entre-eixos diminuiu 10 mm. O peso do carro, em contrapartida, teve redução de 215 kg.

O Sorento recebeu ainda novos recursos, como rodas de 18 polegadas, teto solar panorâmico, faróis de xênon com lavador, entre outros.

Terceira geração

Em outubro de 2015, foi a vez da terceira geração do Kia Sorento. O modelo seguiu evoluindo e trouxe um visual totalmente novo, também alinhado aos novos padrões da marca, além de uma cabine mais espaçosa e refinada e um novo motor 3.3 V6 de 270 cv.

No design, o carro manteve a grade “nariz de tigre”, mas com formato mais amplo e encorpado, conectada aos novos faróis com recorte mais agressivo. O carro recebeu ainda um capô mais longo, teto mais baixo, linha de cintura mais elevada e carroceria com formas mais marcantes. A traseira ganhou novas lanternas com desenho retangular.

O interior adotou novos matérias de acabamento macios ao toque e apliques em couro.

As novas medidas também contribuíram para um espaço mais amplo, com 95 mm a mais no comprimento, 5 mm a mais na largura e 80 mm no entre-eixos, enquanto a altura foi reduzida em 5 mm.  O porta-malas acomoda até 2.067 litros com as duas fileiras rebatidas, 1.076 l com a terceira fileira rebatida e 319 l com as três fileiras erguidas.

Fora isso, ele ficou mais equipado, com direito a itens como detector de ponto cego, faróis dianteiros com facho direcional adaptativo, abertura elétrica da tampa do porta-malas por aproximação, entre outros.

Kia Sorento – novidades com o passar dos anos

Novo motor a diesel em 2008

Em maio de 2008, a Kia Motors anunciou a chegada de uma nova opção de motorização para a gama da primeira geração do Sorento. O carro passou a contar também com um novo motor 2.5 litros turbodiesel de quatro cilindros, dotado de injeção direta com common rail e comando duplo de válvulas no cabeçote.

Este novo propulsor era capaz de desenvolver até 170 cavalos de potência, a 3.800 rpm, e 40 kgfm de torque, a 2.000 rpm, e contava ainda com uma transmissão automática de cinco velocidades e sistema de tração nas quatro rodas.

A linha contava também com o 3.8 V6, com alimentação por injeção eletrônica sequencial, comando de válvulas variável (CVVT), tipo DOHC com 24 válvulas, que entregava 267 cavalos de potência a 6.000 rpm e torque máximo de 36,0 kgfm a 4.500 rotações por minuto.

Chegada da nova geração em 2010

A segunda geração do Kia Sorento começou a ser vendida pela fabricante sul-coreana no fim do primeiro semestre de 2010. O modelo evoluiu em todos os sentidos e foi ofertado em cinco versões de acabamento, com duas opções de motorização e interior com cinco ou sete lugares.

Em comparação com a geração antiga, o carro ficou 95 mm mais comprido, mesma largura, 15 mm mais baixo e 215 kg mais leve.

A versão mais cara do novo Sorento era dotada de airbags frontais, laterais e de cortina, teto solar panorâmico elétrico, banco do motorista com ajustes elétricos, chave presencial, lanternas em LED, ar-condicionado para as duas últimas fileiras, câmera de ré, retrovisor fotocrômico, sensores de luz e chuva, retrovisores com rebatimento elétrico, computador de bordo, rodas de liga-leve de 18 polegadas, sistema de som com comandos no volante e entrada USB, acabamento interno em couro, entre outros.

Ele contava com um motor 2.4 litros de quatro cilindros a gasolina, de até 174 cv, ou um 3.5 V6 de 278 cv.

 

Nova central multimídia com GPS integrado em 2012

Em maio de 2012, o Kia Sorento de segunda geração recebeu um novo sistema multimídia, dotado de navegador GPS integrado, CD e MP3 player, entradas USB e para iPod, tela sensível ao toque, Bluetooth com comandos no volante, câmera de ré, calculadora e conversor de unidades.

Este novo recurso foi ofertado na configuração com motor 3.5 V6 a gasolina, câmbio automático, tração 4×4 e interior para sete ocupantes. O Kia Sorento dotado da nova central multimídia partia de R$ 130,9 mil.

Mudanças visuais em 2013

A segunda geração do Kia Sorento passou por suas primeiras mudanças visuais em maio de 2013.

Entre as novidades, o utilitário-esportivo recebeu para-choques redesenhados, faróis e lanternas traseiras com novo layout interno e iluminação em LED, grade frontal com novo formato, novas rodas de liga-leve, central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, novo teto solar panorâmico e novos detalhes de acabamento no interior.

Na ocasião, o Sorento 2014 foi ofertado com preço de R$ 109.900 para o modelo com motor 2.4 litros, podendo atingir os R$ 149.900 na configuração topo de linha dotada de um propulsor 3.5 V6.

Entre os principais equipamentos, o SUV entregava sete lugares, seis airbags, freios ABS, controles de estabilidade e tração, piloto automático, faróis de xênon, sistema de som com Bluetooth e navegador GPS, teto solar elétrico, entre outros.

Estreia da terceira geração em 2015

Em setembro de 2015 foi a vez da estreia da terceira geração do Kia Sorento. O modelo evoluiu e passou a dispor de um visual alinhado com os lançamentos mais recentes da Kia Motors, além de um interior mais amplo e refinado, novos recursos de entretenimento, conforto e segurança, carroceria mais rígida para oferecer maior segurança e um novo motor 3.3 V6.

Por a partir de R$ 183,9 mil, o carro oferecia um propulsor capaz de entregar até 270 cavalos de potência, atrelado a um câmbio automático de seis velocidades com opção de troca sequencial e sistema de condução eco drive, sport e normal.

Retorno do modelo EX com motor 2.4 e novo visual em 2018

A primeira novidade da linha 2018 do Kia Sorento foi anunciada em janeiro. O carro voltou a ofertar a versão de entrada EX com motor 2.4 litros de quatro cilindros, capaz de entregar 172 cavalos de potência máxima e 22,5 kgfm de torque máximo, combinado a um câmbio automático de seis marchas e tração 4×2.

“O modelo foi vendido no país até 2015, mas, durante o Inovar-Auto, optamos por reduzir o número de versões de toda a nossa linha de veículos por uma questão estratégica”, revelou o diretor de vendas da Kia Motors na época, Ary Jorge Ribeiro. “Agora, esta versão retorna ao Brasil com visual renovado, incorporando as novidades do novo Sorento recém-lançado no exterior”.

O carro passou a dispor ainda de um visual retocado, com direito a novos faróis, para-choques dianteiro e traseiro redesenhado e nova ponteira de escape. O Kia Sorento EX partia de R$ 166.990.

Novas versões com tração AWD em 2018

Já em maio de 2018, o Kia Sorento recebeu a opção de tração integral AWD para os modelos 2.4 e 3.5 V6. Esta nova configuração podia ser encontrada nas revendas por a partir de R$ 169.990.

Kia Sorento – versões

Kia Sorento S.152: equipado com seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado digital de duas zonas com saída de ar traseira, chave presencial, partida por botão, computador de bordo no painel de instrumentos, console central com descansa-braço, porta-objetos e porta-copos, descansa-braço no banco traseiro com porta-copos, indicador de marchas, piloto automático, sistema de som com 4 alto-falantes e dois tweeters e volante ajustável em altura e profundidade.

Há ainda vidros com sistema antiesmagamento, maçanetas externas cromadas, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, luzes de posição em LED, retrovisores externos com rebatimento elétrico e setas em LED, rodas aro 18, seletor de modos de condução, central multimídia com tela de sete polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, sete lugares, acabamento interno em couro, retrovisor interno eletrocrômico, Isofix, banco do motorista e do passageiro com ajustes manuais,  entre outros.

Kia Sorento S.172: itens do modelo anterior, mais tração AWD.

Kia Sorento S.254: agrega motor V6 com câmbio de oito marchas, banco do motorista com ajustes elétricos, faróis e lanternas em LED, rodas de 19 polegadas, teto solar duplo panorâmico, seletor de modos de condução com modo Smart,, sistema Auto Hold, entre outros.

Kia Sorento S.275: traz tração AWD, tampa do porta-malas com abertura elétrica por aproximação, banco do passageiro com ajustes elétricos, assistente de tráfego, detector de ponto cego, entre outros.

Kia Sorento – motor, câmbio e desempenho

O Sorento dispõe de uma vasta gama de motores, que variam conforme o ano e versão. Os primeiros exemplares do Kia foram importados com um motor 3.5 V6, capaz de desenvolver 197 cavalos de potência, a 5.500 rpm, e 30,1 kgfm de torque, a 3.000 rpm, acoplado a um câmbio automático de quatro marchas e tração nas quatro rodas.

Com este aparato, o carro conseguia acelerar de 0 a 100 km/h em 12 segundos e atingir velocidade máxima de 185 km/h.

Logo depois o SUV ganhou a opção do motor 2.5 litros turbodiesel de quatro cilindros, que entregava até 140 cv, a 3.800 rpm, e 32 kgfm, a 2.000 rpm, atrelado a uma transmissão automática de quatro marchas e tração nas quatro rodas.

Ele era capaz de atingir os 100 km/h em 15 segundos e velocidade máxima de 162 km/h.

Em 2007, o Kia recebeu um motor 3.8 V6 a gasolina, com câmbio automático de cinco relações e tração integral. Esta unidade entregava potência máxima de 267 cavalos, a 6.000 rpm, e torque máximo de 36 kgfm, a 4.500 rpm. Ele acelerava de 0 a 100 km/h em 9 segundos e alcançava máxima de 190 km/h.

Já em 2008, a primeira geração do Kia Sorento passou a dispor de um 2.5 turbodiesel mais moderno, agora com até 170 cv, a 3.800 rpm, e 40 kgfm, a 2.000 rpm, combinado a um novo câmbio automático de cinco velocidades e tração nas quatro rodas.

Com ele, o SUV passou a acelerar de 0 a 100 km/h em 12,3 segundos. A velocidade máxima era limitada a 182 km/h.

A segunda geração do Kia Sorento estreou com um motor 2.4 litros de quatro cilindros a gasolina, com até 174 cavalos de potência, 6.000 rpm, e 23 kgfm de torque, a 3.750 rpm. Junto a ele estava uma transmissão automática de seis marchas e tração dianteira ou integral.

O Kia conseguia alcançar os 100 km/h em 12,6 segundos e velocidade máxima de 181 km/h.

Ele ofereceu ainda a opção do 3.5 V6 a gasolina, com potência máxima de 278 cavalos, a 6.300 rpm, e torque máximo de 34,2 kgfm, a 5.000 rpm, combinado a um câmbio automático de seis velocidades e tração nas quatro rodas.

Segundo dados informados pela marca, com este conjunto o Kia Sorento acelerava de 0 a 100 km/h em 8,2 segundos. A velocidade máxima era de 190 km/h.

A terceira e atual geração do Kia Sorento estreou há dois anos com um novo motor 3.3 V6 a gasolina, que desenvolvia potência máxima de 270 cv, a 6.400 rpm, e torque máximo de 32,4 kgfm, a 5.300 rpm. Ele traz ainda um câmbio de seis marchas e tração dianteira.

O Sorento 3.3 V6 2016 alcança os 100 km/h em 8,5 segundos e velocidade máxima de 200 km/h.

Na linha 2018, o modelo dispõe do mesmo 2.4 litros de quatro cilindros a gasolina, agora com 172 cv, a 6.000 rpm, e 22,5 kgfm, a 4.000 rpm, com câmbio automático de seis marchas e tração dianteira ou nas quatro rodas.

Este modelo vai de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos e alcança 188 km/h.

Há também o 3.5 V6 a gasolina. Este propulsor consegue desenvolver 280 cavalos de potência, a 6.300 rpm, e 33,6 kgfm de torque, a 5.000 rpm, e está combinado a uma transmissão automática de oito velocidades e sistema de tração nas quatro rodas.

O atual Sorento mais forte da linha acelera até os 100 quilômetros por hora em 8,5 segundos. Já a velocidade máxima é de 200 km/h.

 

FONTE: NOTICIAS AUTOMOTIVAS